Redes Social

twitterfacebookgoogle pluslinkedinrss feedemail

Add slider



















domingo, 16 de novembro de 2014

Dormir sete ou mais horas ajuda a evitar doenças do coração



Uma boa noite de sono, além de relaxar, ajuda a evitar doenças do coração. Um estudo feito na Holanda por cientistas da Universidade de Wageningen e do Instituto Nacional de Saúde Pública e Meio Ambiente comprovou que dormir sete horas ou mais ajuda a evitar mortes causadas por doenças cardiovasculares.
A pesquisa analisou mais de 14 mil pacientes, entre homens e mulheres, ao longo de uma década. Na data da conclusão do estudo, 600 pessoas tinham sofrido com alguma doença cardiovascular e 129 morreram de problemas cardiovasculares e de infarto.
Manter hábitos saudáveis como não fumar, beber moderadamente e se exercitar regularmente pode diminuir em 57% as chances da pessoa desenvolver uma doença do coração e em até 67% as chances de morrer por causa destas doenças. Se além destes fatores o paciente dormir sete ou mais horas diariamente, estes números sobem: 65% menos chances de ter uma doença cardiovascular e 83% menos chances de morrer desses males.
Os especialistas acreditam que dormir bem deve ser um hábito incorporado pelas pessoas em sua rotina e encarado como uma maneira de se cuidar, da mesma forma como se encara a prática de exercícios regulares e uma alimentação saudável. Para eles o impacto de uma noite bem dormida na saúde das pessoas é substancial.
Este foi o primeiro estudo a analisar os impactos de uma boa noite de sono na saúde e sua relação com doenças cardiovasculares. Anteriormente, outras pesquisas já tinham avaliado a relação entre poucas horas de sono e doenças do coração.

sábado, 15 de novembro de 2014

Sete dos insetos mais bizarros e assustadores



Muitas pessoas por aí passam mal só com a ideia de se deparar com alguma criaturinha de várias patinhas, antenas e asas – estamos falando de insetos, não de extraterrestres, que fique claro. A questão é que alguns desses bichinhos, mesmo que pequenos, são supercomplexos e têm estruturas fantásticas, cheias de formas e cores, como os que você vai conhecer a seguir.

1 – Idolomantis diabólica


Esse inseto é um dos maiores já conhecidos e, além de seu tamanho, outra característica evidente deve ser sempre citada: seu formato. É possível que ele seja um dos poucos insetos que mereçam ser chamados de elegantes ou charmosos, mas esses termos realmente o definem. Com suas formas garbosas, ele parece estar sempre pronto para começar a dançar.


2 – Trachelophorus giraffa


Essa pequena criatura tem um pescoço maior do que seu corpo inteiro, sendo que os machos têm pescoços ainda mais longos, usados para lutar com outros machos em disputas por fêmeas. O clima ideal para o desenvolvimento da vida desses bichinhos é em Madagascar.


3 – Cerura vinula


Essas larvas de mariposas são muito bonitas, com cores vibrantes e um surpreendente mecanismo de defesa, capaz de liberar um cheiro repelente sempre que identifica alguma ameaça.


4 – Soldadinhos


Esses insetos tipicamente brasileiros não têm uma aparência muito amigável e assustam com a presença de globos pontiagudos sobre suas cabeças, que servem como defesa contra predadores. Ainda não se sabe, porém, se as cerdas presentes nesses animais servem apenas como defesa ou têm também sensores ou funções táteis. De qualquer forma, é melhor não encostar.


5 – Deinacrida Rugosa


Que tal dar de cara com um desses bichinhos? Só para você ter uma ideia, ele pode pesar mais de 1 kg, já que seu habitat natural, na Nova Zelândia, não oferece condições adversas, capazes de impedir o desenvolvimento desses insetos. Graças a essas condições ideais de crescimento, eles são considerados os maiores insetos do mundo.

6 – Macroglossum stellatarum


Se você olhar rapidamente para esse bichinho, pode pensar que ele é, na verdade, um beija-flor – engano seu. O Macroglossum stellatarum é uma mariposa, típica de regiões mais quentes da Europa e também do norte da África. A semelhança com o beija-flor se dá graças à evolução, que permite que algumas espécies diferentes possam ter características parecidas devido às condições ambientais às quais estão expostas.


7 – Panacanthus cuspidatus


Esses insetos minúsculos são encontrados em ambientes áridos e também em florestas tropicais. Com seu aspecto diferente, cheios de espinhos e com olhos arregalados, eles podem parecer perigosos e assustadores, mas, na verdade, esses bichinhos são completamente inofensivos.
 

 


 

 
 
 
 
BLOG DO ANDRÉ CAFÉ
SÓ JESUS SALVA